Um investigador da Universidade de Stanford está a preparar-se para publicar um documento, descrevendo um sistema que fornece cheiro em realidade virtual. Este desenvolvimento não marcou a primeira vez que o cheiro foi usado em jogos de vídeo.

O jogo Super NES Earthbound em 1995 e o jogo de PC Leisure Suit Larry: Love for Sail ambos incluíram cartões scratch-and-sniff para “experimentar” o cheiro no jogo. Mais tarde, o Gran Turismo 2 e o FIFA 2011 lançam rótulos com cheiro. Mais recentemente, a Ubisoft criou o Nosulus Rift para ser usado ao jogar South Park: The Fractured But Whole para simular o cheiro, mas isso não está a ser lançado comercialmente.

Como pode ver pela falta de jogos deste género que temos hoje, essas ideias nunca foram bem sucedidas.

No entanto, o investigador principal Benjy Li, do Virtual Human Interaction Lab em Stanford, diz que vê isso como algo mais do que apenas um truque usado nos jogos. Li vê o dispositivo a ser usado como uma ferramenta para tratar várias condições psicológicas ou para tornar certos alimentos desagradáveis mais atraentes.

COMPARTILHAR
Enfermeira mas sempre a pensar em tecnologia. Assim, no Tekgenius, não irão faltar notícias sobre as mais recentes tecnologias, principalmente na área de IoT e Android.

DEIXE UMA RESPOSTA