A Netflix transformou-se num gigante com mais de 125 milhões de subscritores em todo o mundo. Agora, de acordo com relatos recentes, o próximo passo para a empresa poderá ser a compra de cinemas.

Citando pessoas próximas desta situação, o Los Angeles Times escreve que a Netflix tem vindo a explorar a possibilidade de comprar salas de cinema em Nova Iorque e Los Angeles e usá-las para exibir o seu conteúdo original.

Um pequeno número de filmes da Netflix, como Okja e First They Killed My Father, foram lançados simultaneamente nos cinemas e no serviço, mas a Variety informa que as principais cadeias de cinema não apoiam um filme que usa este tipo de formato de lançamento.

A situação causou problemas quando se trata de filmes da Netflix a competir por prémios, especialmente em Cannes. Tanto Okja quanto Meyerowitz Stories foram eleitos para o prémio Palme d’Or no ano passado, o que causou muita controvérsia.

A situação levou a Netflix a ser proibida de concorrer à Palme d’Or no mês passado e a empresa posteriormente desistiu completamente do evento.

Ter os seus próprios cinemas também poderia garantir que a Netflix fosse elegível para concorrer aos principais prémios da indústria.

Apesar de gastar 8 mil milhões de dólares em conteúdo original este ano, alguns cineastas ainda estão de olho na Netflix. Steven Spielberg disse que os seus filmes não deveriam concorrer ao Oscar, enquanto o director de Cavaleiro das Trevas e Dunkirk, Christopher Nolan, também criticou as suas políticas cinematográficas.

Resta-nos esperar para descobrir se este rumor tem realmente pernas para andar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here