OPPO Find X: ou como ainda ser diferente e especial

Muitas marcas parecem hoje em dia presas num ciclo de reciclagem estilística, com inúmeras marcas oriundas da China a serem disto um exemplo primário. No entanto depois da Vivo revelar o seu engenhoso NEX, parece que será a Oppo a responder com um dispositivo igualmente impressionante, o Oppo Find X que acaba de surgir num póster oficial.

O póster não revela muito mais do que já tínhamos visto anteriormente após diversas fugas de informação online e o smartphone parece possuir rebordos verdadeiramente mínimos, no que se julga ser um ecrã de 6.4 polegadas com rácio de 19.5:9. Um notch é claramente óbvio no topo do ecrã, enquanto na base surge o que se pensa ser uma luz pulsante, ou “breathing light”, mas em típica moda das grandes marcas, o desenho é feito para esconder a real dimensões dos rebordos e a parte inferior parece quase desprovida de lábio.

Ora, do ponto de vista técnico, não há qualquer impedimento para a existência de um smartphone sem o lábio inferior, mas tal possibilidade encarecerá o dispositivo.

Em termos de hardware, o Oppo Find X possuirá um Snapdragon 845 com 8GB de RAM e opções de 128 ou 256GB de armazenamento interno. Chegados às câmaras, encontraremos uma câmara principal de 20MP com abertura f/2.0 e uma secundária de 16MP com idêntica abertura. Quanto à câmara selfie, especula-se que seja de 25MP. São valores interessantes quanto à resolução, todavia peculiares quanto à abertura que se encontra algo abaixo dos valores esperados para um flagship de 2018.

O significado do Oppo Find X

Enquanto é verdade que os smartphones nunca foram tão capazes, as principais marcas mundiais lutam pela sua capacidade para se diferenciarem num mercado cada vez mais competitivo e onde é mais lucrativo ser-se igual a todos os outros.

Emerge aqui a BBK, mais conhecida pela Oppo, Vivo e OnePlus, um conglomerado de empresas que se tem começado a destacar pela aposta em arriscar novas tecnologias. Embora as três marcas pertençam ao mesmo grupo e frequentemente “emprestem” ideias umas às outras, as três competem saudavelmente entre si e as mais recentes criações de ambas são disso prova.

Numa luta em que quase todas as marcas pareceram distraídas pelo notch, Vivo e Oppo parecem ter ousado superar, em vez de apenas imitar, e isso pode estar a mostrar-nos uma certa mexida no alinhamento de poder das marcas Chinesas.

A única grande incógnita é se este smartphone será visto fora da China ou estará destinado a ser um demonstrador de tecnologia difícil de obter.

DEIXE UMA RESPOSTA