Parece que foi ontem que vimos o lançamento em Portugal dos Reno6 e Reno6 Pro, este último um smartphone particularmente impressionante. Não foi, de facto, assim há tanto tempo, mas a Oppo não está a descansar à sombra da bananeira e lançará já esta Quinta-feira a próxima família desta geração que prima pelo design e qualidade de construção. Com o retalhista JD.com a cometer o lapso (ou não) de listar os novos equipamentos, há já muito que sabemos antes do seu lançamento oficial.

O maior redesenho desde o Reno4

O Reno4 rompeu em boa medida com o design do Reno3, começando uma série de smartphones que mantêm os traços gerais idênticos e quase se tornaram uma imagem de marca. Isso muda agora, com um amplo redesenho do módulo fotográfico traseiro, onde as duas câmaras principais se tornam muito mais proeminentes, acompanhadas de duas câmaras mais pequenas que deverão ser macro e para dados de profundidade, no caso do Reno7 Pro.

A maior novidade, no entanto, será a aura que rodeia todo este módulo fotográfico. Não é claro para já que funções tem a Oppo preparadas para esta aura que pode ser usada para veros notificações ou para emitir alguma luz extra no escuro, quiçá mesmo servir de flash mais difuso!

No restante, o design é muito semelhante ao do Reno6, um dos meus favoritos do ano, no sentido em que relembra o estilo clássico do iPhone e alguns Android, com as laterais planas.

Renovação comedida

Se o Reno6 Pro ainda usa o ecrã excelente do Reno4, o Reno7 poderá enfim ser um salto geracional mais amplo. Curiosamente, o ecrã parece ser plano, mesmo na versão Reno7 Pro, o que não será um problema para muitos. O ecrã será um AMOLED de 6.55″ FHD com taxa de atualização de 120Hz.

O processador MediaTek Dimensity 1200 é substituído pelo Dimensity 1200 MAX com um máximo de 12GB de RAM e em comum com o Reno6 Pro temos a bateria de 4500mAh e carregamento rápido de 65W.

O departamento fotográfico parece ser muito melhorado, já que teremos uma câmara principal de 50MP, uma ultragrande angular de 64MP e uma teleobjetiva de 13MP com zoom ótico 2X.

No caso do Oppo Reno7, o processador a bordo é o Snapdragon 778G, e a bateria de igual capacidade carrega algo menos rapidamente, a 60W. De destacar ainda o departamento fotográfico com uma câmara principal de 64MP, uma ultragrande angular de 16MP, e um sensor de profundidade de 2MP.

Se até Quinta-feira não existirem mais fugas de informação, regressaremos a estas páginas para vermos enfim o lançamento oficial dos Reno7.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here