A Nothing (melhor que esse nome não há) anunciou esta semana o seu primeiro produto, na forma dos auriculares TWS Nothing ear (1). Além do nome peculiar de empresa e produto, os ear (1) trazem um design único e especificações muito importantes para auriculares TWS, com um foco num dos principais problemas destes equipamentos: a autonomia.

Fundada por Carl Pei e sobre a defunta Essential, a Nothing quer começar em estilo e os seus auriculares têm-no de sobra. Quebrando o molde do que é o design deste tipo de equipamentos que praticamente se imitam em série, os ear (1) pontuam por um design que recorre ao plástico transparente e nos permite ver uma boa porção do seu interior. Não são os primeiros a ir por este caminho: de marcas Chinesas desconhecidas, o que mais há é disso, com diversos graus de irrelevância.

No caso da Nothing, os ear (1) têm pelo menos um design bem pensado e que não comete exageros, juntando este aspeto interessante a linhas “clássicas”.

Os Nothing ear (1) têm cancelamento de ruído ativo e podem emparelhar-se com iOS ou Android, incluindo ainda uma ampla gama de controlos por gestos. Entretanto, o seu foco é certamente na autonomia, com um máximo de 5.7H quando temos o cancelamento de ruído ativo ligado, mas a autonomia máxima, incluindo com os carregamentos da caixa chega às 34 horas, um valor mais do que impressionante para este tipo de equipamentos. Depois podem carregá-los com ou sem fios, via tecnologia Qi.

Os Nothing ear (1) estarão disponíveis a partir de 31 de Julho por €99.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here