Tenho admitidamente uma habitação pequena mas, como milhares de outras pessoas na mesma situação, consigo ainda assim juntar a este fator um router pouco eficiente para encontrar pontos de má receção Wi-Fi pela casa fora. Muitos de nós já notamos tendência para os jogos encravarem, para apanharmos uma bala num momento crucial, ou simplesmente para adormecermos enquanto uma página carrega, mas o TP-Link RE300 dá-nos uma perspetiva de quão má a internet lá por casa pode realmente ser. Faz isto de forma exemplar por um custo muito reduzido.

 

TP-Link RE300: para quem é?

A TP-Link tem uma grande oferta de kits para criar uma mesh Wi-Fi lá por casa, de forma a estabilizar e incrementar a cobertura Wi-Fi lá por casa, caso do excelente TP-Link Deco que também temos em análise e que custa uns surpreendentes €100.

Mas, em muitos casos uma mesh completa pode ser exagerada e, para isso, a TP-Link tem o RE300, bastando ligá-lo ao router de casa para obter alcance maior em zonas difíceis, com um investimento muito inferior.

 

Configuração fácil à prova de amadores

Um aspecto que deve ser destacado no TP-Link RE300 é a simplicidade com que pode ser configurado em menos de 5 minutos para oferecer resultados imediatos e facilmente verificáveis. Bastará ligá-lo a um tomada elétrica na proximidade do router, abrir a app Tether da TP-Link, adicionar o RE300 aos dispositivos, criar uma password para a rede temporária gerada e emparelhar o RE300.

Esta é a única configuração de que necessitamos, já que a partir desse momento, poderemos desligar o RE300 da tomada e ligá-lo em qualquer local da casa para obter um boost imediato. A solução torna-se útil quando existem zonas da casa que não justificam uma mesh ou um repetidor omnipresente, mas cuja utilização pontual pode existir.

Apesar do seu tamanho compacto, o RE300 poderia ser ainda mais interessante se não bloqueasse a tomada elétrica, mas a tecnologia ainda não estará lá para conseguir tantas funcionalidades num pacote deste preço.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Internet visivelmente melhorada

Completo o processo de configuração, teremos criado dois SSID para o RE300, ficando por defeito o nome seguido de _EXT e os efeitos do TP-Link RE300 serão muito fáceis de medir.

Pouco interessado em facilitar o teste, sabia que tinha de colocar o RE300 num ponto específico da casa que apanha duas paredes, incluindo uma parede mestra, entre o repetidor e o router. A internet aí é notavelmente fraca e dificulta a sério de qualquer atividade que implique elevadas taxas de transferência. Feito um simples teste de velocidade ligado ao router doméstico, 12Mbps de download e 9.32Mbps de upload explicaram a quantidade de vezes com lag em jogos online.

Instalado o RE300, a velocidade de download no mesmo ponto exacto subiu para 41.9Mbps, enquanto o upload foi de 10.2Mbps.

Testes sucessivos revelaram igualmente uma grande instabilidade da rede doméstica, com o download a não tocar nos 20Mbps, mas a descer constantemente para valores de 5Mbps ou inferior. O RE300 manteve-se sempre em torno dos 40Mbps, descendo no pior teste aos 39Mbps, revelando não só a sua capacidade para garantir melhor velocidade de pico, mas também para estabilizar o sinal.

De destacar que, ligado a uma mesh com o TP-Link Deco, o RE300 ultrapassou os 90Mbps, muito perto da velocidade máxima da minha rede doméstica, pelo que se tiverem por casa um Archer A7 ou C7 da TP-Link é expectável que consigam resultados ainda melhores do que os meus, até porque com estes routers da TP-Link podem activar a opção OneMesh que alterna automaticamente entre os SSID de 2.4 e 5GHz.

Caso precisem de ligação por fios, têm que procurar noutro lado, já que não temos aqui nenhuma entrada física.

 

Quererão investir num Archer C7 ou A7

Fora a simplicidade e performance muito interessante do TP-Link RE300, foi para operar com os Archer que a TP-Link o criou e julgo que se vão investir num, então devem investir num Archer para tirarem proveito de todo o potencial da OneMesh. Além da alternância automática entre canais, o OneMesh tem melhores opções de roaming, optimizando a escolha entre equipamentos com sinal mais forte à medida que viajamos pela casa.

A vantagem será que, com estes routers, o RE300 forma uma mesh em vez de utilizar uma rede WiFi própria com SSID próprio que obriga a uma gestão mais envolvente da nossa ligação.

 

Conclusão

O resultado em bruto do TP-Link RE300 é francamente cativante, oferecendo velocidades úteis em pontos da habitação que até então teriam um sinal bastante degradado, e isto com uma configuração que se faz em escassos minutos e sem qualquer esforço que vede Internet de qualidade a amadores. Com o mais banal dos routers, a potência extra do sinal é muito meritória.

O TP-Link RE300 tem, depois, uma funcionalidade ampla e simples, como o poder ser colocado em qualquer ponto da casa em esforço adicional, ou um modo de alta velocidade que pode ser ativado pelo utilizador.

A própria TP-Link tem alternativas mais em conta, mas o RE300 é à prova de futuro e mais escalável, deixando sempre ao utilizador a possibilidade de mais à frente poder criar uma mais eficiente OneMesh com muito maior eficácia em conjunto com um Archer. É a escolha certa para quem quer um repetidor para o agora, sem esquecer o futuro.

REVIEW GERAL
Funcionalidades
8.5
Facilidade de utilização
9
Relação qualidade preço
8.5
Fotografia, tecnologia, ciência: investigar escrever é uma paixão. Nas horas vagas, a caminho do trabalho ou de casa, cada minuto conta para descobrir e divulgar algo novo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here