O segmento de preço da baixo dos 300 € é neste momento dos mais concorrenciais para quem quer comprar um smartphone, mas é também aquele segmento de preço onde os dispositivos estão cada vez melhores e mais completos. Hoje em dia podemos encontrar neste segmento de preço equipamentos que não nos deixam ficar mal e que não só cumprem com brilho as necessidades de um utilizador quotidiano, como as excedem mesmo.

Um excelente exemplo disto é o TCL 10L, um modelo económico da TCL que chega com vontade de vencer. Para isso mobiliza a tecnologia NTXVISION da TCL, uma câmara de 48 megapixéis, sólidas opções de armazenamento e um design muito interessante.

Características do TCL 10L:

  • Ecrã: IPS LCD de 6.53 polegadas, resolução FHD+ 1080×2340, rácio de aspeto 19.5:9, HDR10 com processador dedicado, taxa de atualização de 60Hz;
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 665, Octa-core (4 núcleos Kryo 260 Gold a 2.0GHz e 4 Kryo 260 Silver a 1.8GHz, GPU Adreno 610;
  • Memória: 6GB RAM, 64GB ou 128GB de armazenamento expansível;
  • Câmaras principais:  48MP, 1/2.25 polegadas com 4×1 pixel binning e abertura f/1.8, ultragrande angular 8MP, f/2.2, macro 2MP, f/2.2 e sensor de profundidade 2MP, f/2.4;
  • Câmara frontal: 16MP, f/2.2;
  • Bateria: 4,000mAh

Design diferenciado

O design é algo que aprecio honestamente no TCL 10L. A nossa unidade vem num azul rico e cheio de reflexos sob a superfície, enriquecendo-a com matizes, e com as suas quatro câmaras dispostas no módulo horizontal, o look é muito forte. É certo que não temos o vidro belíssimo do TCL Plex, o TCL 10L não escondendo a sua vocação budget com um corpo de plástico que demonstra pelo menos boa qualidade de fabrico.

A face traseira é pronunciadamente curva em ambas as laterais, mas base e topo têm também uma ligeira curvatura, com os componentes a integrarem-se de forma muito elegante uns nos outros, o que oferece igualmente um toque muito confortável.

Entretanto, do lado direito encontramos as expectáveis teclas de volume e bloqueio, enquanto do lado esquerdo temos a tecla configurável que permite invocar apps específicas, ou o assistente.

Na base, o TCL 10L apresenta-nos uma porta USB-C e duas grelhas, mas não podemos esperar altifalantes estéreo. Pelo contrário, uma das grelhas é a coluna, a outra o microfone. Do lado inverso, o topo mostra-nos o microfone de cancelamento de ruído e o jack de áudio.

A destacar ainda o detalhe muito interessante que é a inclusão de um selo de borracha no tabuleiro do cartão SIM, quiçá noutros locais, o que permite ao telemóvel sobreviver a algum acidente com água.

Ecrã ambicioso

O TCL 10L apresenta um amplo ecrã IPS LCD de 6.53 polegadas e resolução full HD+ com rebordos aceitavelmente finos, mesmo no caso do lábio inferior algo mais espesso e o fator de forma plano deste ecrã dá-lhe uma área útil bastante ampla, excelente para multimédia. Por trás deste ecrã, a TCL inclui tecnologia NTXVISION que tem como função adaptar o brilho, o contraste e as cores às condições de luminosidade circundantes para que a legibilidade do ecrã seja sempre o melhor possível.

Este é o tipo de funcionalidades que esperamos encontrar apenas nos smartphones de gama alta, fornecendo ao utilizador um resultado muito visível à medida que passamos de uma luz de uma lâmpada para uma luz solar, com o ecrã adaptar-se em muito breve tempo.

Talvez porque este IPS LCD tem uma gama de contraste inferior ao AMOLED que podemos ver no TCL 10 Pro, os efeitos produzidos pela NTXVISION traduzem-se por vezes em encontrastes exagerados e será uma questão de gosto ligarem ou desligarem esta tecnologia.

No entanto, o ecrã em si mesmo é de boa qualidade e louvável para este preço, apresentando cores sólidas, contrastes bastante aceitáveis e só fraquejando sob condições de grande luminosidade externa. A elevada qualidade do ecrã certamente presta-se muito bem à visualização de séries e filmes no Netflix e outros serviços de streaming, ou à leitura de eBooks.

Performance e experiência de utilização

A experiência de utilização é algo que é difícil de descrever, mas que acaba por nos aproximar ou afastar de um smartphone que, no papel, tem tudo para agradar. Mas é um ponto alto no TCL 10L, que nos apresenta uma interface muito próxima do Android stock, inclusivamente suportando os gestos de base do sistema, e uma enorme facilidade de utilização, tornando-se muito fácil habituar-nos a este terminal.

O que dizer quanto a performance do TCL 10L? O smartphone tem uma característica extremamente rara neste segmento de preço, nomeadamente a ampla quantidade de memória RAM: 6GB. A maioria da sua concorrência vai dispor apenas de 4GB, o que significa que o TCL 10L é um smartphone bastante adequado para quem necessita de maximizar a sua produtividade e manter uma grande quantidade de aplicações abertas em segundo plano, sem perda de dados temporários.

Já o processador a bordo é o Snapdragon 665. Este octa-core já leva quase dois anos de mercado, mas a performance parece-me bastante adequada para este segmento de preço. Pessoalmente não tenho muito a apontar ao modo como as apps correm, mesmo alguns jogos mais exigentes como o Asphalt 9 ou o Asphalt Xtreme. Graças à utilização de memórias eMMC, em vez de UFS, podemos encontrar algum atraso no carregamento das apps, mesmo quebras na framerate dos jogos, mas o TCL cumpre muito bem o que esperamos dele e na utilização de apps quotidianas de email e redes sociais, a performance é francamente adequada.

Do lado da interface, o TCL 10L recorre já ao Android 10 e apresenta uma skin com poucas alterações que se aproxima bastante ao Android stock, e com pouco bloatware a bordo. Acima de tudo, a interface é consistente nos seus grafismos, não se perdendo em animações pesadas e efeitos em detrimento do funcionamento global do sistema. Temos inúmeras possibilidades de configuração, e a TCL inclui mesmo um Smart Manager que concentra definições de energia e segurança. O modo escuro está disponível ao nível do sistema e dispomos igualmente do feed da Google para nos mantermos a par das principais notícias. Uma possibilidade interessante é a de organizarmos as nossas apps por ordem das últimas utilizadas, ou mesmo por cor, o que pode parecer peculiar, mas tem o seu mérito.

A tecla inteligente configurável é uma marca da TCL e pode ser muito útil. Na sua configuração mais simples podemos invocar o Assistente Google, mas com dois toques ou um toque longo podemos aceder a outras opções ou apps.

Autonomia

A autonomia do TCL é garantida por uma bateria de 4000mAh com carregamento rápido de 18W. Trata-se de uma bateria bastante padrão para este segmento de preço, que oferece uma autonomia com bastante folga para um dia inteiro de utilização e uma autonomia em stand-by de vários dias, com o smartphone exibir muito pouca degradação de bateria em momentos de ócio.

Hoje em dia já encontramos carregamentos mais rápidos, mas não neste preço e, graças à excelente autonomia deste terminal, qualquer emergência poderá ser rapidamente solucionada com 30 minutos de carregamento oferecendo várias horas extras de utilização sem termos que sofrer em um susto.

Fotografia

A câmara principal do TCL 10L apresenta um interessante sensor de 48MP. A resolução nativa deste sensor são fotografias de 12MP, podendo o utilizador optar por fotografias de resolução completa. Utilizar a resolução máxima obviamente tem um impacto no tempo de processamento da imagem, mas se necessitarem da resolução máxima talvez valha a pena, e regressaremos a este ponto mais à frente.

Optar pelos 12MP, no entanto, oferece um excelente equilíbrio entre qualidade e velocidade de processamento. Em condições de luminosidade os resultados são muito interessantes com uma ampla gama dinâmica e o modo HDR faz toda a diferença em situações de grande contraste, ainda que os tons verdes possam ficar demasiado fluorescentes. A câmara não apresenta vícios nem defeitos de maior, obtendo resultados muito interessantes para os amantes de fotografia, desde que as condições de luminosidade não se degradem em demasiado.

Uma câmara ultragrande angular está igualmente presente para aquelas fotografias que exigem um maior raio de visão. Com os seus 8MP a câmara capita boas cores e detalhes muito razoáveis, mas esta resolução padrão na gama média não se coaduna com detalhes particularmente refinados.

Entretanto, o TCL 10L mobiliza igualmente uma câmara macro de 2MP que tem uma distância de foco recomendada de 4 centímetros. Já que esta câmara não possui autofoco, os resultados obter podem ser bastante erráticos. É fácil ficar algo aquém ou além da distância recomendável, tornando difícil obter um foco correto no objeto que efetivamente que devemos fotografar, sendo recomendado que o utilizador passe algum tempo a conhecer melhor esta câmara.

A app fotográfica não é tão completa quanto é que podemos encontrar em alguns smartphones topo de gama, mas temos ainda assim um modo Pro fácil de usar e com possibilidade de configurar o ISO, exposição, contrate, equilíbrio dos brancos e fotometria. A app é bastante intuitiva e sem “manias”, podendo deslizar-se entre modos ou para aceder a modos adicionais, inclusivamente com a possibilidade de alterar quais os modos fotográficos que estão na interface principal, uma ideia muito boa.

Conclusão e recomendação

A TCL está apenas no início da sua aventura em nome próprio no mundo dos smartphones, mas o TCL 10L é um smartphone muito maduro e completo que faz facilmente frente às ofertas de marcas bem mais conhecidas no mercado, como já o disse aqui.

Não é fácil fazê-lo num smartphone de €279, mas gosto simplesmente do que o TCL 10L faz por mim e como o faz, porque faz praticamente tudo muito bem para o seu preço, sem deixar detalhes importantes de fora. Francamente, este smartphone enche-me as medidas e vai encher as vossas se procurarem um utilitário para todas as atividades diárias, sem exceder um orçamento razoável. Não é, obviamente, um smartphone revolucionário, mas também não lhe podemos apontar defeitos reais, sendo muito fácil o TCL 10L cair-nos no goto pela facilidade com que corresponde às nossas necessidades.

A seu favor jogam certamente as câmaras e a excelente autonomia, além de um amplo ecrã, e a cereja no topo do bolo é o design original. Diria que, se estão habituados a um topo de gama três ou mais anos, à procura de renovação, e não pensam que os preços atuais da gama alta sejam aceitáveis, este smartphone não ficará mal na fotografia, sendo extremamente fácil de adotar e de nos habituarmos a ele. A maior ameaça vem mesmo de dentro: o TCL Plex oferece um design bem mais premium e processador mais potente, podendo ser encontrado por preço semelhante, mais barato até. Mas o 10L oferece um Android mais recente e certamente suporte durante mais tempo. No final do dia, o TCL 10L simplesmente oferece uma longa lista de virtudes por menos de €300 que justificam plenamente o seu lugar ao sol.

REVIEW GERAL
Design e construçao
7.5
Características
8.3
Performance
7.5
Fotografia
7.5
Bateria
9
Relação qualidade-preço
8.5
Fotografia, tecnologia, ciência: investigar escrever é uma paixão. Nas horas vagas, a caminho do trabalho ou de casa, cada minuto conta para descobrir e divulgar algo novo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here