O mercado atual não tem falta de oferta de smartwatches de elevada qualidade e funções avançadas o suficiente para se tornarem instrumentos que fazem muito mais do que simplesmente dar horas. Mas, os profissionais com foco na produtividade e numa utilização polivalente dificilmente encontrarão um smartwatch mais satisfatório do que o Galaxy Watch 3.

No seu cerne, o Galaxy Watch 3 inclui as mesmas funções gerais que aprendemos a esperar de um equipamento deste nível, incluindo monitor cardíaco. Onde o Galaxy Watch 3 brilha, no entanto, é na implementação irrepreensível das interações com o smartphone ao nível da gestão de telefonemas e multimédia.

Digo que é extremamente fácil atender ou recusar chamadas e dar respostas automáticas a mensagens diretamente do relógio, ou mesmo utilizá-lo para efetuar essas chamadas. Não seria o meu local de eleição para atender um telefonema, mas o altifalante do Watch 3 é suficiente para ouvirmos a pessoa do outro lado, enquanto o microfone permite manter uma conversação com qualidade razoável. Melhor do que poderíamos pensar sobre falarmos para um relógio como se comandássemos o KITT à distância. Num contexto laboral, com constantes telefonemas por parte de colegas e clientes, esta possibilidade foi extremamente útil em diversos momentos onde não me encontrava particularmente perto do telemóvel ou este não estava facilmente acessível. Uma chamada rápida é mesmo possível no meio de uma rua movimentada, em caso de necessidade.

A integração com o smartphone sendo impecável, este é definitivamente um smartwatch ideal para profissionais em ação. Mas há mais, claro: o Watch 3 inclui amplas funcionalidades de fitness, incluindo sete atividades cujo tracking se inicia automaticamente, incluindo corrida, caminhada, natação ou ciclismo e este rastreio funciona surpreendentemente bem, assegurando que o início e fim de cada série são bem medidas sem necessidade de intervenção nossa. O Watch 3 inclui ainda deteção de quedas e uma muito útil medição de níveis de oxigenação do sangue, monitorização de sono e mesmo um eletrocardiograma e medidor de pressão sanguínea.

Reparemos que este é o primeiro Galaxy Watch a integrar 8GB de memória interna, o que permite deixar mesmo para trás o smartphone e ir dar um passeio com uns Galaxy Buds Live emparelhados e ouvir algumas músicas.

Com tanta coisa, e num perfil slim, a bateria poderia não ser grande coisa, mas os dois dias prometidos são francamente extraordinários quando olhamos para o mercado completo e, com alguma parcimónia, podem mesmo ser esticados.

A experiência de utilização é irrepreensível. Temos ali um ecrã impecável em cores e contraste que reconhece todos os toques com facilidade, e o Tizen OS 5.5 é muito responsivo, reagindo de imediato, sem atrasos. Nada a apontar quanto a este ponto. O hardware é igualmente irrepreensível e temos de apreciar particularmente a possibilidade de navegar no relógio com o bisel rotativo. Não há nada melhor que isto para nos dar uma sensação de algo realmente palpável, mas também acrescenta uma facilidade de navegação inacreditável, já que nos permite fazê-lo sem a concentração mais exigente de ir tocando aqui e ali, arrastando para um lado e para o outro. É honestamente soberbo e, depois de o experimentarmos vamos passar os tempos seguintes a tentar fazer o mesmo noutros relógios apenas para nos desiludirmos.

Posto isto, que mais dizer se não que o Samsung Galaxy Watch 3 é a mais completa e fluida experiência de smartwatch Android que podemos encontrar no mercado?

REVIEW GERAL
Avaliação global
10
Fotografia, tecnologia, ciência: investigar escrever é uma paixão. Nas horas vagas, a caminho do trabalho ou de casa, cada minuto conta para descobrir e divulgar algo novo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here