O notch está cá para ficar, depois de ser amplamente criticado no iPhone X, mas disseminado praticamente por todas as marcas Androi. Praticamente, mas não todas: a Samsung, que por acaso fabrica o ecrã do iPhone X, manteve-se fora dos entalhes no ecrã, com um Samsung Galaxy 9 praticamente simétrico e sem interrupções. No entanto, uma nova patente da Samsung mostra que isso pode estar prestes a mudar, e mostra-nos também um vislumbre do futuro.

O smartphone na patente não é nada parecido com qualquer outro Samsung que tenhamos neste momento no mercado, ou que pensemos vir a chegar ao mercado no futuro próximo. Ainda antes de chegarmos ao notch, passemos os olhos pelo dispositivo e por algumas das suas características: o design é extremamente arredondado e mostra-nos que a Samsung planeia continuar a apostar no jack áudio. Mais interessante é a presença do que parecem ser listas para antenas a cortar a face traseira do dispositivo.

Sendo os actuais Galaxy S de vidro, com moldura em metal, estas listas não são necessárias, pelo que o design que aqui vemos indicia uma alteração profunda nos materiais utilizados pela Samsung. Ainda de destaque na face traseira é a presença de duas câmaras fotográficas.

Passando ao ecrã, o equipamento mostra um ecrã mais longo do que 18:9, com cantos bastante amplos e arredondados e rebordos inexistentes nas laterais, eventualmente escondidos pela curvatura bilateral. Já no lábio inferior, um rebordo mínimo faz-se notar, ainda que muito menos expressivo que na actual geração do Galaxy. No topo, voilá o notch, o famigerado entalhe que tem conquistado o design dos smartphones de 2018, mostrando claramente dois sensores que poderão ser câmaras frontais.

Mas há um ponto que prima pela ausência: o leitor de impressões digitais. Sem nenhum visível na frente ou atrás, tudo indica que este design deverá contar com um leitor no próprio ecrã, característica que se tornará popular ainda este ano, com diversas marcas já a apostar nesta tecnologia, incluindo a grande rival Huawei.

Sony e Samsung são neste momento as grandes guardiãs do ecrã mobile sem notch. Mesmo a Xiaomi que se tem mantido pura até agora deverá aderir ao notch com o seu futuro Xiaomi Mi 7. A patente revela que a própria Samsung deverá num futuro próximo aderir ao notch, ainda que este design seja atípico para si e possa apenas constituir uma salvaguarda contra terceiros.

No entanto, o notch é uma solução válida para maximizar o ecrã activo de um dispositivo e ainda manter sensores frontais para câmaras e altifalantes. Poderá a Samsung convencer os seus fãs desta opção?

DEIXE UMA RESPOSTA