Acontece frequentemente: adoramos a série, detestamos como acabou. A Netflix quer mudar isso, e está à procura de soluções de interactividade que permitam aos utilizadores escolher o desfecho de cenas, episódios, ou séries inteiras.

Pensemos num mundo onde os spoilers não são dados adquiridos, porque os chatos que vão para as redes sociais estragar aquilo que ainda não vimos terão que ver todas as alternativas antes de nos estragarem a diversão.

A parte mais simples de tudo é levar os actores a filmar cenas alternativas. O complicado é não perder o fio à meada, e permitir que as pessoas, em casa, vão escolhendo o desfecho. Será como em qualquer aventura gráfica, ou num velho Dungeons & Dragons. E não há por que não adorar a ideia.

Segundo a Netflix, o modo como as histórias podem ser construídas pelo próprio espectador significa que poderíamos alimentar indefinidamente um enredo à medida que escolhíamos diferentes desenlaces para abrir novas ramificações e consequências.

E quais são as boas notícias? Bem, a Netflix fará os primeiros testes desta tecnologia já em 2017. O prazo ainda não existe, e sabe-se apenas que serão tratadas séries de aventuras para crianças.

Se o formato for bem sucedido, então a Netflix poderá avançar para maior quantidade e complexidade de conteúdos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here