Apesar da imparável investida da conectividade 5G, ainda há muitas pernas para o mercado 4G andar, e de forma algo surpreendente, a Xiaomi anunciou hoje na China o Redmi Note 11 4G, que na verdade herda muitas características do Redmi 10. Confusos? Continuem a ler.

Do design ao hardware, o novo Redmi Note 11 4G é muito semelhante ao Redmi 10, sendo quiçá esta uma das formas que a Xiaomi encontrou para continuar a mostrar um grande dinamismo de lançamentos numa altura em que muitas marcas estão face a face com falta de componentes.

Assim, em comum, os dois equipamentos têm o MediaTek Helio G88 com 4 ou 6GB de RAM, tornando-o um bom equipamento para algum gaming, obviamente se não tiverem a tecnologia 5G como prioritária. O novo Redmi mantém mesmo a mesma bateria de 5000mAh com carregamento de 18W.

Existem algumas diferenças, claro, a começar pelo ecrã algo mais pequeno, com 6.44″, resolução FHD e taxa de atualização de 90Hz. Há uma câmara frontal de 8MP, e o departamento fotográfico traseiro é bastante semelhante ao do Redmi 10, com uma câmara principal de 50MP, uma ultragrande angular de 8MP e uma macro de 2MP, ficando a faltar apenas uma última câmara de 2MP para dados de profundidade.

Portanto, que argumentos pode atualmente ter o Redmi Note 11 4G? Com os preços dos chips elevados, o Redmi oferece um bom custo-benefício, já que na sua versão base o preço é algo perto dos €140 ao câmbio atual, enquanto oferece detalhes mais poderosos que alguns equipamentos 5G de preço semelhante. O seu lançamento na Europa, no entanto, ainda n

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here