De dia para dia, os computadores tendem a ficar cada vez mais finos e leves. No entanto, é impossível não ficar espantado quando nos aparecem computadores à frente como este LG Gram. A unidade que temos para teste é a 15Z980-G.AA55P, que vem equipado com um processador Intel Core i5 de oitava geração e 8Gb de RAM DDR4, que irão ser postos à prova durante esta review.

À primeira vista, este não parece ser um computador muito robusto a nível de construção mas de acordo com a fabricante Sul Coreana, este LG Gram tem certificações que garantem que este equipamento é altamente resistente. A LG foi até mais longe, e meteu este LG Gram junto do exército Americano para alguns testes.

Devido ao peso baixo, este é um computador de 15,6’’ que pode ser facilmente transportado. A LG diz mesmo que se pode segurar o equipamento com apenas dois dedos, e a verdade é que isso é mesmo possível. Só não aconselho que o façam muitas vezes, porque devido ao design liso nas suas superfícies, a probabilidade de o deixarem cair é algo elevada.

A nível de performance, esta deverá ser claramente limitada a nível de jogos, já que o LG Gram não conta com uma placa gráfica dedicada. Ainda assim, o monitor não deverá deixar os utilizadores insatisfeitos. O melhor é mesmo passar a uma análise mais profunda deste equipamento.

LG Gram – Leve, sólido e agradável à vista

O primeiro ponto que interessa aqui analisar é mesmo o design do LG Gram. A nível de peso, este equipamento pesa pouco mais de um quilo, ficando-se pelas 1095 grama. Sim, leu bem! Apesar de ter 357,6 x 228,4 x 14,5 mm de dimensões, o LG Gram é bastante leve, o que lhe acaba por conferir um aspecto muito frágil. No entanto, tal como já tivemos oportunidade de referir logo na introdução, este LG Gram passou por vários testes que lhe conferiram a certificação militar MIL-STD. Ao todo, foram feitos 7 testes de durabilidade.

A nível de impacto, o LG Gram foi submetido a impactos de 20G a 11ms durante 18 vezes, mantendo a sua integridade. Também durante o transporte, o LG Gram foi deixado cair durante 26 vezes, sendo que neste teste em específico o LG Gram encontrava-se dentro da sua caixa de transporte. Depois disso, foi submetido a testes de baixa pressão a 4572m, onde foi deixado desligado por uma hora, e depois ligado durante uma hora. A nível de temperatura, o LG Gram foi posto a funcionar durante 72H em temperaturas compreendidas entre os 32ºC e os 49ºC, enquanto que esteve armazenado durante 168 horas a temperaturas compreendidas entre os 33 e os 71ºC. Mas tendo em conta que não é só o calor que faz estragos, outro teste efectuado foi de baixas temperaturas. Neste caso, o LG Gram foi submetido a temperaturas de -25ºC durante 24 horas (desligado), enquanto que em funcionamento esteve a temperaturas de -21ºC. Pó foi outro dos elementos que puseram a resistência deste LG Gram à prova, sendo que durante 12 horas o equipamento foi submetido a poeiras à velocidade do vento de 8.9ms. A maresia, um elemento extremamente agressivo para a tecnologia, foi outro dos elementos que avaliou a resistência do novo portátil ultra leve da LG. Foi borrifado durante 24h com água salgada (5% NaCl), e depois desligado durante 24h, isto duas vezes seguidas. Por último, mas não menos importante: as vibrações. Com uma frequência compreendida entre os 10Hz e os 500Hz, o LG Gram foi submetido a estas vibrações em 3 eixos diferentes e durante 3 horas.

Graças a esta robustez e também graças ao peso reduzido, o LG Gram acaba por se tornar num equipamento extremamente fácil de transportar e de usar fora de casa ou do escritório. Aliás, este deve ser um dos computadores mais confortáveis de usar em cima das pernas. É que para além de ser bastante leve, é também bastante fresco.

Esteticamente, este portátil é bastante minimalista, o que o torna bastante agradável aos nossos olhos. O ecrã Full HD IPS de 15’’ tem margens mínimas à sua volta, o que acaba por dar uma sensação de ecrã maior. Na tampa, atrás do ecrã, o destaque vai para a ausência do logotipo da LG, que é substituído pelo nome do modelo em letras pequenas: simplesmente “gram”.

Nas laterais, tal como em todos os portáteis e notebooks, encontramos o espaço dedicado às entradas. E nesse aspecto, o LG Gram é bastante generoso: são três portas USB 3.0, uma porta USB-C, leitor de cartões microSD e uma entrada 3.5mm, isto numa altura em que muitos portáteis começam a ver a sua conectividade muito limitada. Uma das entradas que não está disponível directamente, é a RJ45 para ligação de rede. Mas até nisso a LG é generosa e inclui da caixa do LG Gram um adaptador que permite ligar o cabo de rede.

O botão ligar / desligar o computador encontra-se directamente no teclado e pode ser confundido com uma tecla normal. Esse é um contra, a meu ver, já que irá provocar toques acidentais. É de notar, no entanto, que este botão é diferente das restantes teclas, uma vez que se encontra mais para dentro (mais baixo). Este botão tem, no entanto, uma outra funcionalidade que é a de servir de leitor de impressões digitais, uma medida de segurança cada vez mais usada para proteger o acesso indevido aos nossos dados, por terceiros.

O teclado é bastante agradável de se usar. As teclas são bastante “leves” e silenciosas, tornando a escrita bastante rápida já que não é necessário aplicar muita força nas teclas. Para quem trabalha à noite ou em ambientes mais escuros, o teclado é retro-iluminado, o que poderá ser uma grande ajuda. A iluminação pode ser ajustada em três níveis diferentes: apagado, intermédio ou máximo. Ainda no teclado, há um ponto positivo que quem trabalha com números diariamente vai adorar: este teclado conta com o teclado numérico.

A nível de som, a LG parece ter falhado um pouco. A qualidade de som até é boa, mas o facto de a gigante Sul Coreana ter optado por colocar as colunas em baixo, faz com que o som algumas vezes fique abafado. E, tendo em conta o facto de o computador ser bastante leve e prático de usar em cima das pernas, por exemplo, o som fica ainda mais abafado pelo tecido das nossas calças.

Desempenho

As especificações do LG Gram são bastante interessantes. O modelo que tivemos em teste, conta com um processador i5 8250U, sendo que existe também a versão 15Z980-G.AP75P que se encontra equipada com um processador i7 8550U. Ambos os processadores Intel já são de 8ª Geração, sendo que no caso do i7 a fabricante garante uma performance 40% superior ao processador de geração anterior.

Olhando com mais detalhes para as especificações, este LG Gram conta com 8GB DDR4 de memória RAM, 512Gb e armazenamento SSD e uma placa gráfica Intel UHD Graphics 620. O Gram com processador i7 conta exactamente com as mesmas especificações, com a diferença de chegar aos 16GB DDR4 de memória RAM.

O destaque aqui vai para a ausência de uma placa gráfica dedicada, um ponto que acaba por sair sacrificado na redução de peso e também nas dimensões do portátil. Ainda assim, esta Intel UHD Graphics 620, placa gráfica onboard, não desilude quando é chamada a trabalhar. Reprodução de vídeo em alta definição não é um problema, utilização de algum software para edição de imagem também não. O problema pode mesmo ser para aqueles que gostam de usufruir um pouco de jogos ou até mesmo de edição de vídeo. Aí, poderão sentir que este LG Gram está uns furos abaixo do esperado.

A nível de utilização diária, os 8Gb de memória RAM aliados aos 512Gb de disco SSD ajudam a que as tarefas sejam todas elas rápidas. Abrir ficheiros, navegar pela internet, usar processadores de texto, etc. Tudo tarefas para as quais o LG Gram será o amigo perfeito para trabalho. De notar que este modelo conta com a possibilidade de adicionar outro SSD M.2 para aqueles que precisam de mais espaço em disco. Afinal de contas, 512Gb de armazenamento interno podem ser escassos para armazenar todos os nossos ficheiros.

Ecrã e som

Como já tive oportunidade de referir, o LG Gram vem equipado com um ecrã de 15,6’’ Full HD, com tecnologia IPS que permite reforçar a nitidez, brilho e cores das imagens no ecrã. A nível de design, a LG apostou com rebordos muito finos em volta do ecrã, o que transmite a sensação de que este é maior do que realmente é.

A tecnologia IPS implementada neste monitor, consegue realmente funcionar muito bem. Na reprodução de conteúdo no LG Gram, parece que estamos na presença de um ecrã bem melhor do que aquele que realmente está equipado.

No entanto, este monitor tem um problema. Num computador feito para a mobilidade, dadas as suas dimensões e o seu peso, espera-se que seja usado em vários ambientes. Seja no escritório, numa viagem ou até mesmo numa esplanada. E o problema está nos ambientes onde exista muita luz. É que o monitor acaba por fazer muito reflexo e a luminosidade que este é capaz de produzir não é suficiente para contrariar o reflexo criado.

Para além deste factor desagradável, há também a questão do som que falamos acima. Para além das colunas não terem muita potência, o facto de estas se encontrarem colocadas por baixo do computador, podem proporcionar uma experiência menos positiva. Para ouvir música, ou até mesmo desfrutar de um bom som durante um filme, é necessário que o LG Gram esteja numa superfície lisa, caso contrário o som fica abafado. Caso contrário, a solução é levantar bastante o som caso tenha o computador numa superfície irregular – não se esqueça é de o baixar quando levantar o LG Gram da superfície, ou é capaz de se assustar.

A nível de bateria, a LG promete 19 horas de trabalho sem a necessidade de utilizar o carregador. Bom, nós estamos cá para testar os equipamentos e o que posso dizer é que isso comigo não foi possível. É lógico que a duração das baterias depende de muitas coisas: tipo de utilização, temperatura do computador, temperatura ambiente etc. Mas eu, dando uma utilização normal com navegação pela internet, escrita de alguns artigos aqui para o TekGenius e algum streaming de música, não consegui passar das 13 horas. Ainda assim, é um valor bastante interessante para o computador que é.

Ainda assim, este é um computador que carrega relativamente rápido, já que a carga completa da bateria (desde que ficou totalmente descarregada) dura cerca de duas horas e meia. E é na carga que temos outro defeito a apontar ao LG Gram: se o computador estiver desligado, não há forma de saber se este já se encontra carregado ou não. Existe um LED junto da ficha de carga que nos informa que o computador está à carga, mas o LED mantêm sempre a mesma cor e nunca apaga, mesmo depois da carga está completa. São pequenos pormenores que certamente a marca poderá melhorar num futuro equipamento.

LG Gram – realmente portátil

Foram dias de trabalho intensos com o LG Gram, com vários artigos escritos. Afinal de contas, tivemos o prazer de ter o LG Gram por altura da IFA, onde muitos artigos tiveram que ser escritos. Este foi sempre um computador que se destacou pela sua beleza e pelo seu peso incrível. Quem quer que visse o computador, destacava esses dois pontos. Mas no design e na construção, também foram muitas as vezes que ouvi perguntas acerca da sua possível fragilidade. Realmente, parece um computador frágil, apesar de todas as certificações que a LG afirma ter.

A nível de desempenho, é um computador que peca por não ter uma placa gráfica dedicada, mas que compreendemos perfeitamente. Quem goste de jogar um ou outro jogo é que se pode queixar um pouco mais, mas acaba por ser compensado pelo ecrã incrível, com uma excelente qualidade.

É um portátil que é realmente portátil, indicado para quem trabalhe bastante mas que também queira usufruir do mesmo para consumo de multimédia. Os processadores de oitava geração e o armazenamento SSD garantem que o computador é bastante rápido e sem problemas de maior mesmo com software mais pesado.

Especificações

Processador Intel Core i5-8250U
Memória RAM 8GB
Tipo de Memória RAM DDR4
Armazenamento 512 GB
Placa Gráfica Intel UHD Graphics 620
Portas USB Type-C™ USB 3.0 (x2), HDM, Micro-SD
Potência Bateria 72 Wh
Duração Bateria Até 19h
Sistema Operativo Windows 10
Webcam HD Webcam

Galeria

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here