Os smartphones de gaming são claramente a moda mais recente no mundo mobile e as diversas marcas procuram trazer para o mercado a sua própria visão do que deve ser um smartphone de gaming. A ASUS, que hoje revelou o ASUS ROG Phone, conseguiu ainda assim fornecer a mais completa e polivalente solução de gaming até agora.

A ASUS é uma especialista em gaming e isso nota-se: o ASUS ROG Phone incorpora claramente um conjunto de conceitos de que só se lembraria quem está habituado a lidar com gamers, mas, acima de tudo, é extremamente poderoso.

A bordo encontramos o Snapdragon 845, mas com overclocking para chegar aos 2.96GHz em vez dos usuais 2.8GHz, com o que obviamente pulverizou os benchmarks, incluindo o recorde do Xiaomi Mi 8 no AnTuTu. Ora, este overclocking irá impor um grande esforço térmico para o dispositivo, razão pela qual seria quase certo que a potência disponível decresceria rapidamente com este tipo de clock. No entanto, a ASUS desenhou um sistema de câmara de vapor 3D, com um radiador de cobre mais amplo e com placas de carbono para refrigeração sobre os circuitos, para o que a ASUS declara ser uma dissipação de calor 16 vezes superior à de um sistema normal.

Mas, para quando esta solução não chegar, a ASUS concebeu o AeroActive Cooler, um módulo externo que se liga a uma das portas USB e oferece um cooler externo para refrigerar o processador.

Gaming-cêntrico

Não é surpreendente que o ASUS ROG Phone seja compatível com a ASUS Aura Sync, mas existem soluções bem mais importantes a bordo. Por exemplo, a presença de três portas USB-C, uma na base e duas geminadas lado a lado na lateral esquerda. Desde modo, podemos ligar acessórios, e jogar com o ASUS ligado à corrente sem tropeçarmos nos cabos.

Temos igualmente três sensores ultrassónicos, do tipo que geralmente usamos para leitura de impressões digitais, mas que aqui servem de botões de ombreira ao jeito de um controlador, enquanto o terceiro serve para alternar entre apps.

O ecrã de 6 polegadas FHD+, esse, também incorpora funcionalidades pensadas para o gaming, nomeadamente uma taxa de refrescamento de 90Hz e uma resposta de 1ms. A ASUS considera-o o AMOLED mais rápido no mercado, com a taxa de resposta a ser importante para gráficos mais fluídos. Podemos pensar aqui que os 120Hz do Razer Phone são mais impressionantes, mas essa implementação foi feita sem grande aplicação prática.

 

Restante hardware

Embora seja uma máquina de gaming mobile, o ASUS ROG Phone é, acima de tudo, um smartphone. O design é impecável e arrojado, herdando bem as linhas da gama ROG.

Sabemos que o dispositivo terá 8GB de RAM com um máximo de 512GB de armazenamento interno, e sabemos que terá as mesmas câmaras do ZenFone 5, especificamente uma combinação de 12MP+8MP na face traseira, e uma câmara selfie de 8MP.

O áudio fica a cargo de dois altifalantes estéreo frontais com DTS Headphone:X 7.1 com surround virtual.

A bateria será de 4000mAh com ASUS HyperCharge. Este sistema de carregamento leva em conta o calor extremo gerado pelo Snapdragon e passa o chip de carregamento para o carregador, impedindo o smartphone de aquecer.

Acessórios com fartura

O AeroActive Cooler é apenas um dos muitos acessórios apresentados pela ASUS.

Assim, numa espécie de abordagem Nintendo DS, os utilizadores possuem a TwinView Dock, que dá ao ASUS um novo ecrã e bateria (6000mAh), para os utilizadores poderem jogar num ecrã e observar as reacções do streaming, embora exista a possibilidade de serem desenvolvidos jogos para utilização simultânea dos dois ecrãs.

A Mobile Desktop Dock também foi revelada, permitindo utilizar o ROG Phone como PC, mas na verdade possibilitando a utilização alternada de PC ou smartphone.

Ora tudo somado é realmente impressionante. Com o mobile ainda a tentar encontrar o lugar certo para as suas soluções, o Razer Phone pode ter-se antecipado demais, oferecendo incrivelmente pouco por comparação a este ASUS ROG Phone que inclui uma promessa de real performance non-stop com o seu processador melhorado e sistemas de refrigeração únicos.

Preços e disponibilidade estão ainda por confirmar.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA