A startup Estónia Pipedrive chegou recentemente a Portugal e planeia recrutar até 100 colaboradores em Portugal. Empresa perita em sistemas de gestão de vendas, a Pipedrive não esconde ambição para o mercado nacional e, além do recrutamento de pessoal também iniciou uma intensa actividade de integração no ecossistema nacional, com o recente patrocínio do Pixels Camp.

Num mercado muito tradicionalista como é o Português, a Pipedrive quer oferecer ferramentas avançadas de CRM online. Timo Rein e Martin Henk chegaram à fundação da Pipedrive após mais de uma década de experiência em vendas, com a missão de ajudar as empresas a melhor compreenderem os seus negócios e focarem-se no importante para melhor os orientarem e gerirem.

A Pipedrive está presente em mais de 140 países e emprega mais de 300 colaboradores. Desde Talinn na Estónia a Nova Iorque, a Pipedrive espalha-se pelo mundo, mas escolheu Lisboa como próxima meta, graças ao amplo número de profissionais IT em Portugal.

No entanto, ao concentrar-se em pequenas empresas, a Pipedrive tem um potencial renovador num país onde as microempresas e as PME são um grande contributo para o PIB, contudo carecem de ferramentas ágeis de gestão do inflow de fundos, adequadas a um mundo onde os sistemas cloud based crescem em importância e as vendas são cada vez menos locais.

DEIXE UMA RESPOSTA