A película fotográfica está decididamente em voga, com velhas fórmulas a voltarem à produção após a tecnologia analógica ter sido condenada à extinção pelos arautos das tecnologias digitais. O mercado possui ainda hoje literalmente dezenas de máquinas fotográficas analógicas em funcionamento, desde as últimas até às mais antigas, com mais de cem anos. A oferta simplesmente não é pouca e podemos mesmo comprar câmaras de filme directamente da Nikon.

No entanto, isso não impediu a Reflex de lançar a Reflex 1, a primeira máquina fotográfica analógica SLR de que me lembro nos últimos anos.

Talvez o maior desafio de qualquer fotógrafo analógico seja mesmo escolher qual a película que se adapta a si, mas também qual a montagem que mais lhe convém, e a Reflex 1 aborda o problema de uma forma francamente engenhosa: a câmara é modular.

Ao ser modular, a Reflex permite alterar a baioneta para utilizarmos objectivas de diferentes formatos e marcas, da Nikon à Canon, sem esquecer o clássico M42. A película será de 35mm.

A nível de look e funcionalidade, a Reflex 1 é estritamente mecânica e manual. Se nos lembra facilmente uma Minolta da década de 70, terá certamente mais ou menos as mesmas funcionalidades, incluindo foco estritamente manual, o que não será uma limitação para muitos, pelo controlo criativo extra que oferece.

Interessante é que além do flash, a Reflex 1 possui igualmente uma fonte de luz LED contínua, o que poderá ser um excelente auxiliar para fotografia em condições difíceis.

No entanto, a Reflex tenciona ir mais longe e planeia desenvolver uma app que esteja sempre conectada com a câmara para gravar os dados de disparo e inclusivamente tirar notas sobre cada imagem no smartphone

Podem conhecer melhor a Reflex 1 na sua página do Kickstarter e apoiar o projecto.

DEIXE UMA RESPOSTA