Qual é a grande carência nas câmaras fotográficas dos smartphones? Poderemos pensar em muitas, mas a ausência de zoom óptico é inquestionavelmente a mais importante, ao ser aquela que mais dificilmente pode ser resolvida. No entanto a ZEISS patenteou uma ideia muito interessante que pode mudar tudo isso e chegar a um Nokia em breve.

Os desafios do zoom óptico num smartphone prendem-se com a impossibilidade de criarmos uma objectiva com movimento suficiente entre as diversas lentes para aumentar o zoom e compensar todos os problemas e distorções que surgem com esse movimento relativo das lentes. No espaço restrito dos smartphones, o espaço para este movimento simplesmente não existe sem protuberâncias volumosas, algo que os utilizadores rejeitam maioritariamente, e que por vezes é um mal necessário para autorizar a presença de estabilização óptica de imagem.

Ora a ZEISS teve uma ideia particularmente engenhosa para um conjunto de lentes rotativas, semelhantes a um revólver, ou às geringonças que estamos habituados a usar no oculista: em essência, uma plataforma rotativa é equipada com lentes de diferentes zooms que podem ser deslocadas para se colocarem sobre o sensor. Em essência, isto permitirá criar um zoom efectivamente óptico sem ganhar demasiado em profundidade.zeiss-patent

Por outro lado, será sempre necessário ocupar mais espaço do smartphone com o equipamento e não será de excluir novas protuberâncias. Excepto que neste caso será por uma excelente causa, não obstante os grandes avanços dos algoritmos de tratamento de imagem.

A patente remonta a 2015 e poderá não chegar a um smartphone brevemente, não nesta forma. Contudo, como a Nokia e a ZEISS estão de novo a colaborar em termos fotográficos, não é descabido que o zoom óptico possa também ser implementado a breve trecho nos novos Nokia Android.

A possibilidade está certamente lá e, por isso, a TekGenius vai estar atenta a novidades. Voltem a estas páginas brevemente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here