Dobrável, foldable, flexível: o que quer que lhe queiram chamar. A palavra está em voga nos smartphones, mas é claramente nos portáteis que o ecrã dobrável mostra todo o seu potencial, como exemplificado pelo protótipo funcional do Lenovo ThinkPad X1, um dispositivo que vos tirará a vontade de comprar um portátil tradicional e com o qual sonharão, mas que não poderão ter antes de 2020.

Enquanto os smartphones e o Android continuam a ter muito pela frente para afinar até aos smartphones foldable estarem claramente prontos para o mercado, com o seu Windows e inúmeras boas ideias, o ThinkPad X1 é claramente o futuro, porque mostra uma enorme polivalência. Completamente aberto, temos um ecrã de 13 polegadas com stand, que pode ser acoplado a um teclado bluetooth para uma experiência de escrita perfeitamente normal, mas depois começa a brincadeira.

Sem o teclado, temos obviamente um tablet normal, mas o ThinkPad X1 pode ser utilizado em modo dobrado, com parte do ecrã a servir de trackpad para notas enquanto a outra porção do ecrã serve para vermos uma apresentação ou obtermos informação. Podemos obviamente escrever com uma caneta Wacom, ou com um teclado virtual, e podemos ainda utilizar o X1 como uma espécie de livro, com cada metade do ecrã a mostrar uma página. O maluco por ebooks que há em mim grita um pouquinho de alegria.

Portanto com este ThinkPad X1 podemos ter connosco basicamente qualquer equipamento que queiramos: um portátil, um tablet, uma máquina de trabalho ou de lazer, e simplesmente dobrá-lo e ir embora sempre que precisarmos. 2020 é muito tempo para esperar!

Hardware por conhecer

O que a Lenovo não revelou foi detalhes relativos ao hardware interno. É possível que tenhamos um Snapdragon a bordo, mas um Intel não está fora de questão, mas a bateria também não está ainda a descoberto. A autonomia será fundamental neste dispositivo, já que a sua polivalência significa que o utilizaremos intensivamente, para literalmente tudo.

Sabemos que o painel FHD de 13.3 polegadas é da LG, e esperamos que até 2020 a Lenovo possa contornar todos os problemas que os ecrãs dobráveis têm mostrado até agora, incluindo altos ou descoloração na dobra, e uma certa falta de durabilidade. Porque se sim, se tudo isto for contornado, podemos estar perante a verdadeira revolução nos portáteis.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here